Bem-Vindo ao Estação 018!


Seja bem-vindo ao "Estação 018"! Um blog pouco reticente, mesmo cheio destas reticências que compõem a existência. Que tenta ser poético, literário e revolucionário, mas acaba se rendendo à calmaria de alguns bons versos. Bem-vindo a uma faceta artística do caos... Embarque sem medo e com ânsia: "Estação 018, onde se fala da vida..."

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Critica do livro "Jesus, o maior psicólogo que já existiu"

O livro, como diz o prefácio, tenta promover a reconciliação entre Jesus Cristo e Sigmund Freud, ou melhor, entre a psicologia e a cristandade. Cada capítulo deste livro contém uma citação de Cristo (um versículo), um caso médico de psicologia e um estudo conjunto da frase cristã e de um fundamento da psicologia ligado ao caso médico. O livro é configurado como “Auto-Ajuda”, mas mesmo que alguém seja ajudado pelo livro reconhecendo-se em algum caso citado, a função do livro é provar que Cristo é “psicologicamente correto”

Eu indico!



5 comentários:

  1. Espero, com toda a sinceridade e para o bem da psicanálise, que Freud não seja associado à figura de Jesus...

    Primeiro, porque é preciso compreender com seriedade o pensamento de Freud para notar claramente que a psicanálise procura se distanciar de qualquer inclinação religiosa ou teológica... Segundo, porque psicanalista não é o mesmo que psicólogo (deslize que o senso-comum costuma sempre cometer)... E terceiro, porque livros de auto-ajuda não são exatamente um saber psicológico fundamentado, sendo mais uma espécie de estratégia de marketing americanista da chamada "literatura de massa", produto consequente daquela cultura obsessiva pelo "sucesso" e pela perfeição...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro leitor,
      é preciso também ter seriedade para entender que há doutrinas de Cristo que se postam no campo filosófico. E o livro não põe Freud ligado a uma inclinação religiosa, apenas liga-o a algumas ideias defendidas por Cristo.
      Com relação ao título e à questão da autoajuda, estamos em acordo: foi golpe de marketing por "psicólogo" (pois é mais que óbvio que este é muito diferente de "psicanalista").
      Devo dizer, com relação à tradicional autoajuda, que tenho repúdio por ela, mas o livro está longe da superficialidade e muito me surpreendeu.
      De qualquer modo, obrigado pelo comentário!

      Excluir
  2. Oi adorei sua resenha....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

    ResponderExcluir
  3. Estou finalizando a leitura desse livro! Recomendo!

    ResponderExcluir
  4. Força a barra. Cristo em sua sabedoria nao defendeu um pprincípio de catarse, de conhecimento profundo de nossos desejos mais inconfessáveis. Estava inserido na cultura do percaso-arrependimento, nao desejo-sublimação.

    ResponderExcluir