Bem-Vindo ao Estação 018!


Seja bem-vindo ao "Estação 018"! Um blog pouco reticente, mesmo cheio destas reticências que compõem a existência. Que tenta ser poético, literário e revolucionário, mas acaba se rendendo à calmaria de alguns bons versos. Bem-vindo a uma faceta artística do caos... Embarque sem medo e com ânsia: "Estação 018, onde se fala da vida..."

terça-feira, 26 de julho de 2011

Davi de Michelangelo...

A obra é antológica, de uma beleza inimitável, de um tom de simplicidade e supremacia instigante... O Davi de Michelangelo (ou Miguel Ângelo) Buonarotti.

Ele consumiu pouco mais de três anos da vida de Michelangelo. Depois de acabada, a escultura contou com quarenta homens que levaram quatro dias para levá-la do ateliê ao Palazzo Vecchio – onde seria posta em exposição. Durante o caminho, a escultura foi atacada por rajadas de pedras que eram lançadas contra a obra, mas o “Davi” chegou ao destino.


No dia 8 de setembro de 1504, a escultura chegou e foi analisada pelo então governador, Piero Sonderini, e ele disse que o nariz estava muito grande... Michelangelo pegou o cinzel e corrigiu o suposto exagero.


No mesmo dia, a obra foi apresentada...


Magnífica, eram quatro metros de inundação divina...


Genial, feita sem modelo humano...


Original, o primeiro nu na escultura desde a Antiguidade, o que poderia explicar as pedradas contra a escultura...


Incompreendida, a genitália do Davi foi coberta com um cinto de bronze folheado a ouro por muito tempo...


Universal, encomendada por que Davi era o símbolo de Florença, mas bela aos olhos de qualquer habitante do planeta...


Disputada, inicialmente iria para a Catedral de Florença, mas foi para o Palazzo Vecchio e hoje está na Academia de Florença...


Única, Giorgio Vasari falou que “depois de ver isso, ninguém precisa querer olhar para nenhuma outra escultura...”...

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. obrigada, me ajudou muito =)

    ResponderExcluir